resenha tripla

Resenha Tripla - Dom Casmurro, O Alienista, Helena ~ Machado de Assis

18:53

Nome: Dom Casmurro
Autor: Machado de Assis
Páginas: 288
Editora: (Dom Casmurro foi publicado por várias editoras, em varias versões, não tem como definir apenas uma.)
 Classificação:
Sinopse: Machado de Assis (1839-1908), escrevendo Dom Casmurro, produziu um dos maiores livros da literatura universal. Mas criando Capitu, a espantosa menina de "olhos oblíquos e dissimulados", de "olhos de ressaca", Machado nos legou um incrível mistério, um mistério até hoje indecifrado. Há quase cem anos os estudiosos e especialistas o esmiuçam, o analisam sob todos os aspectos. Em vão. Embora o autor se tenha dado ao trabalho de distribuir pelo caminho todas as pistas para quem quisesse decifrar o enigma, ninguém ainda o desvendou. A alma de Capitu é, na verdade, um labirinto sem saída, um labirinto que Machado também já explorara em personagens como Virgília (Memórias Póstumas de Brás Cubas) e Sofia (Quincas Borba), personagens construídas a partir da ambigüidade psicológica, como Jorge Luis Borges gostaria de ter inventado.




Nome: O Alienista
Autor: Machado de Assis
Páginas: 80
Editora: Ática
Classificação:

Sinopse: As crônicas de Itaguaí, contam que viveu ali em tempos remotos um certo médico o Dr. Simão Bacamarte, filho da nobreza do lugar e o maior dos médicos do Brasil, Portugal e Espanha. Com o fim de estudar a loucura, ele trancafia no asilo que construíra e dera o nome de Casa Verde, um quinto da população da vila. Para ele o normal seria algo homogêneo repetido ao infinito, qualquer pessoa com um gesto ou pensamento que fugisse a rotina era objeto de seus estudos. A população aterrorizada se revolta, e aí outros tantos passam a morar no asilo. Mas, Simão Bacamarte tão atento às estatísticas, lembra que a norma está sempre com a maioria, e que é esta afinal quem tem razão. Refaz a teoria, solta os recolhidos e sai ao encalço daqueles poucos que, possuíam coerência moral. Em pouco tempo ele cura a todos, ninguém mais possuía nobres sentimos morais. Só um. Ele o próprio alienista era o único digno de ser trancafiado na Casa.

Nome: Helena
Autor: Machado de Assis
Páginas: 224
Editora: L&PM
Classificação: 

Sinopse: Filha bastarda do conselheiro Vale, a jovem e bela Helena é reconhecida por ele em testamento e passa a viver na mansão da família. Só então conhece Estácio, apresentado a ela como seu irmão. Mas entre eles despertou o amor. E agora?

Resenha: Dom Casmurro narra a história de amor entre Bentinho e Capitu que desde criança juram casar quando crescerem. 
Bentinho vai para o seminário onde conhece Escobar, que logo se torna seu amigo. Após certo tempo, ele volta para a cidade natal, pois sua mãe está doente. Escobar também vai, afinal todo amigo quer acompanhar em momentos de dificuldade.  A história continua narrando a paixão escondida de Bentinho e Capitu, quando Sancha -amiga de Capitu- e Escobar se casam. Logo depois, os protagonistas tem seu tão esperado casamento. Eles tem um filho e dão seu nome de Ezequiel em homenagem há seu grande amigo Escobar.
Bentinho, numa crise de ciúmes começa a ver que seu filho tem muitas semelhanças de Escobar. Ameaça Capitu, acusando-a de ter o traído, assim o filho e Capitu resolvem ir para Europa, e lá vivem até ela morrer.
Bentinho acaba sozinho, mas sempre desconfia, dizia a si mesmo:" Como os dois conseguiram me enganar?"
Mas a dúvida nunca será desvendada, Capitu traiu Bentinho, ou será que não? Uns dizem que sim, outros que não. Cada um com a sua opinião, mas o que você acha que Machado de Assis estava pensando naquele momento?
A historia é realmente rica em detalhes, é necessário focar no livro, ou perderá todo seu interesse.


O conto O Alienista  procura mostrar seu ponto de vista crítico sobre a burguesia da época, que se passa no século XIX e tem como personagem principal, Simão Bacamarte, casado com uma "lesada" sem graça. Ele é um médico que quer desenvolver suas teorias sobre a loucura e acaba conseguindo fundar a Casa Verde, que é um hospício onde ele começa seus estudos sobre a razão&loucura. Mas por conta própria decide quem é normal e quem é louco na cidade. Achando que todos eram loucos os internaram no lugar. Ficaram furiosos, mas conseguiu enxergar que naquele lugar não havia, ou mais havia sim uma pessoa louca, e este tal, era ele próprio. É realmente uma crítica a sociedade, que condiz até hoje pois nada mudou, a hipocrisia continua!
Um simples testamento pode mudar a vida de uma família não é? Foi isso que aconteceu com a família do Conselheiro, em Helena a história já começa com a morte do Conselheiro Vale, homem rico e importante no Rio Janeiro da época colonial. A abertura de seu testamento surpreende a todos quando ele reconhece uma filha bastarda, a jovem e bela Helena, que passa a ser herdeira de uma quantia bastante considerável. Pois teria que morar com seu novo irmão Estácio e a tia D. Úrsula.                  
Helena assume seu lugar na família e logo se revela uma jovem admirável. Bonita, inteligente e sensível, sabe como cuidar bem da casa e dedica especial atenção à família, impressionando não somente os parentes – e até mesmo D. Úrsula que, a princípio, era a pessoa que mais se mostrava reticente com a presença da jovem em suas vidas – como também os amigos próximos e a sociedade em geral.
Estácio, que desde o princípio acolheu Helena de boa vontade, impressiona-se cada vez mais com os encantos da moça e acaba por se apaixonar, sendo que  secretamente é correspondido por ela. Surge daí a base do principal conflito do romance: seu parentesco, e o compromisso que Estácio tinha com Eugenia.
A trama é simples, segue linearmente sem grandes sobressaltos mas em alguns pontos chega a ser chata - talvez seja pelos detalhes cotidianos de uma família.                                                                                    Até que um segredo é revelado, mas como assim?                                                                       Este seria só mais um romance do querido Machado de Assis, mas ele ironiza valores sociais, morais, políticos e religiosos da época.
Está foi minha primeira resenha Tripla, com o  tema Machado de Assis.
Sei que todos já tiveram uma oportunidade de ler, mas se não teve o que está esperando? Isso é cultura, e sei que vai valer a pena para você.


Você pode gostar também:

20 comentários

  1. Ei Thais, tudo bem?? Desses livros, só li Dom Casmurro e adorei, li na época em que eu ainda estava no colégio. Apesar de ser um clássico da literatura, acho que os livros do Machado não são mt bons para adolescentes mt novos. Acho que vc só consegue captar mesmo a mensagem depois dos 14 anos. Achei um livro bem interessante mesmo.

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, não sei se você já mandaram pra você, mas indicamos seu blog pra responder uma TAG, espero que não se importe e responda :)

    http://resenhademundos.blogspot.com.br/2013/05/tag-selinho.html

    ResponderExcluir
  3. Nunca li Machado de Assis, porém tenho muita vontade de ler o Dom Casmurro. Para que isso aconteça, terei que ter tempo para me dedicar a essa leitura. E tempo é uma coisa que me falta. Parabéns pelo post. É sempre bom ver posts sobre literatura brasileira.

    http://hollywoodemcasa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii..td bem?
    Bom, Dom Casmuro eu gosto muito...a história é fascinante...os outros dois eu ainda não li..
    Mas ouço falar que Helena é muit bom...estou curiosa.

    Beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Thaís adorei o post com resenha tripla, além disso só clássicos. Adoro e já li os três!!!
    No caso do Dom Casmurro, li duas vezes e gostei muito. Sou do time que acredita que Capitu não traiu, além disso no livro só temos as visões do Bentinho então como podemos confiar totalmente na visão deturpada de um ciumento!!!????
    No caso do conto O Alienista, achei a crítica muito interessante e penso que perto ninguém é normal, então não podemos julgar pq o que é normal para mim para não ser para vc, então no fundo a moral do livro pode ser essa.
    Já Helena gostei da forma como ele levanta alguns questionamentos e nos faz pensar sobre preconceitos etc mas confesso que nao gostei do final, mas quando Lemos livros clássicos como esse precisamos levar em consideração o tempo histórico do livro e o estilo do mesmo, então as mocinhas nessa época tinha saúde frágil etc. Enfim acredito que Machado de Assis é um mestre que todos devem conhecer pq suas historias nos fazem pensar e nos marcam para sempre.
    Parabéns pelas ótimas leituras e resenhas!!!!

    Te espero no meu blog: leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  6. Machado é Machado ! Estou lendo Memorias Póstumas e já li o Alienista e amo amo amo *-*

    Beijos , Anna

    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nenhum desses,
    mas tenho eles aqui em casa, só me falta coragem.. Não gosto muito deste tipo de escrita, mas quero lê-los, quem sabe eu goste.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi! Te indiquei pra uma TAG lá no blog, adoraria se você respondesse! Um beijo!

    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/2013/05/tag-2-11-coisas.html

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha, eu li apenas o Dom Casmurro na época da escola. Lembro que gostei bastante da leitura na epoca e que me envolveu bastante, mas o final realmente me decepciou e fiquei varios dias pensando no que realmente aconteceu. Outro Livro que me fez sentir assim foi Os Irmãos Karamazov do Fiodor Dostoiévsky, que acabou de um jeito como se fosse fim de capitulo, sem fazer um fechamento de fato nos dramas de alguns personagens menores.

    mas parabéns pelo Blog.
    Bell

    http://literaturaummundoparapoucos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. li todos eles para o vestibular, rsrsrs. mas confesso que realmente esse não é o meu estilo! :P

    adorei o blog, espero que possamos interagir mais :)

    beijos beijos e bom resto de semana ;*
    http://manualdosvinte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie Linda, tudo bem com você ?
    Gostei muito dos livros que leu, até porque são clássicos né ?
    Mas eu só li o Alienista e Dom Casmurro quando eu ainda estava na escola.
    Lá nos meus 14 15 anos de idade. Agora nem me lembro mais pra te falar a verdade (risos)
    Mas gostei de suas resenhas. Estão muito boas e bem objetivas. Parabens !!

    Outra coisa, eu não sei se você deixou o seu link em meu skoob ou só comentou em meu blog, mas
    vim aqui retribuir e dizer que JÁ ESTOU TE SEGUINDO, vc poderia fazer o mesmo por mim ?
    E se puder curtir minha pagina do facebook tambem farei. Mas deixe o link dele no meu blog por favor.

    Ficarei aguardando sua visitinha.

    beijinhos linda e conto com sua presença

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Adoro a escrita do Machado! Já li Dom Casmurro, que amei demais da conta, e o Alienista. Não tive a oportunidade de ler Helena ainda, mas tenho certeza que é maravilhoso!

    Um beijo
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Deixei uma tag para você lá no blog. =)
    http://senta.la/oo3c

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Minha próxima leitura será Dom Casmurro! Gostei da sua resenha tripla, me interessei por O Alienista :)

    Adolecentro

    ResponderExcluir
  15. Me interessei bastante por Dom Casmurro e Helena. Certamente vão entrar na minha lista de leitura :)

    http://leite-comcanela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Ooi! Você foi indicada para uma TAG lá no nosso blog:
    http://www.etcetallivrosefilmes.blogspot.com.br/2013/06/tag-e-selinho-3.html
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bom?
    Sou apaixonada pelo Machado, então sou suspeita em qualquer comentário sobre ele, rsrsrs!
    Passando pra te avisar que meu blog, em parceria com a autora FML Pepper e outros 3 blogs, está sorteando um KINDLE!
    Vai perder?
    Beijos
    Endless Poem

    ResponderExcluir
  18. Nossa, não tem como não se apaixonar pelas obras do Machado de Assis! Ele realmente será eterno na literatura! Viram que ele ganhou uma biblioteca virtual? Confiram no meu blog:

    http://universodosleitores.blogspot.com.br/2013/07/noticias-biblioteca-virtual-espanhola.html

    ResponderExcluir
  19. só não li Helena ainda, mas tenho ele na estante... Dom Casmurro é ótimo e O alienista é perfeito demais *--* um dos meus preferidos...
    bjs

    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir